Créditos e Agradecimentos


Imagens: Virginia de Medeiros
Edição de vídeo: Daniel Todeschi
Edição de Áudio: Rovilson Pascoal  / Cauê
Design gráfico, web e fotografia: Jonathas Medeiros
Programação web: Daniel Machado
Música: Elomar (Cantiga do Boi Incantado /  3º Canto. Das Visage e das Latumia / Na estrada das areias de ouro) / Quinteto Armorial (Entre meio para uma rabeca e percussão) / Lucas Santana (Natureza nº1 em Mi Maior)

 

Agradecimanto aos colaboradores cuja voz enche esta pequena sala e o meu coração cheio de saudades:

Caruaru (figura cativa de Ipirá, acredita ser detetive da FBI e tem muitas estórias doces e loucas para contar)
Clovis Moura (escritor, orgulho de Gavião)
Dona Deja (cantora de ciranda e samba da cidade de Ipirá, mulher guerreira)
Dona Maria (mulher de Caruaru, fazedora de chapéu e esteira. Que habilidade nas mãos!)
Dona Lourdes (mulher de Seu Benjamim, avó que adora contar histórias para os netos)
Itamar (ator e professor, mina de ouro da cidade de Ipirá)
Miguel Puluca (pequeno Guel, filho de Puluca)
Puluca (poeta, professor e observador sensível da cultura da sua cidade)
Risada e Risadinha (cantores de música sertaneja da cidade de Nova Fátima, dois pombinhos apaixonados)
Seu Antônio Pixene (contador de "causos", tocador de coité.  Homem generoso casado com Dona Vitinha, semeiam o amor na roça "Vai quem quer", que fica em Pé de Serra)
Seu Benjamim (contador de "causos", vaqueiro, caçador, pai amado de Lucélia diretora de cultura de Gavião. Que surpresa encantadora!)
Seu Acácio (contador de "causos", caçador aposentado de Gavião)
Santo Moura (contador de "causos", homem vaidoso passeia pela cidade encima dos seus 90 anos)
Seu João (contador de "causos", vaqueiro orgulhoso dos 94 anos e da capacidade de gravar datas)
Seu Herval (contador de "causos", mecânico apaixonado por documentos antigos. Um homem que se fez)
Seu Tiago (contador de anedotas, mecânico artistas excêntrico. Possui um pequeno bar onde expõe sua pequena coleção de curiosidades)
Victor (ator e futuro diretor de cinema da cidade de Nova Fátima, aguardo curiosa suas produções )
Zé Meota (contador de "causos", vigia e amigo para sempre)
Zé do Aio (ator e cordelista, menino apaixonante)
Zé de Bispo (trovador da cidade de Pé de Serra, mais conhecido como "Cachacinha". Que capacidade de trovar os acontecimentos da vida, se recusa ao texto escrito tudo guarda na memória)
Orlando Medeiros (contador de "causos" quem primeiro irrigou meu sertão,  vi a alegria do possível e do impossível dançar na boca sertaneja do meu pai. A ele dedico este trabalho.)

Aos diretores de cultura das cidades de Gavião, Ipirá, Nova Fátima, Riachão e Pé de Serra que me acolheram e confiaram no meu trabalho, em ordem: Lucélia Souza Silva Santos, Normelita Oliveira, Fernanda, Pedro Paulo e José Fernandes Souza Oliveira (Izuzi) e em particular a Izaías Junior dos Reis da Silva representante cultural da Bacia do Jacuipe que me colocou em contato com as diretorias. Em especial a Marcia Castro minha companheira de estrada, o meu amor; a Cleusa, pura inspiração e farol; a Monique, pelo estímulo e ajuda com o projeto; a Ju Russo, pela raça e mão que estende; a Mima que me acalma; a Crau pelo entusiasmo; a Fabinho Delduque pelo carinho imenso e a segurança de alguém que acolhe; a Cuquinha, que chegou de surpresa na montagem e deu luz; a Rovis, camarada de muita camaradagem; Chris Bernardes, com quem tenho muito a trocar e a Dani Todeschi, que foi tão cuidados e atencioso; a Edgar, mecânico de carros antigos daqui de São Paulo, fundamental neste processo; a tio Zé, mecânico que cuidou de Catarina em Feira com um carinho sem fim; a painho, a mainha e a Jonathas, meu amado irmão e parceiro neste trabalho. Obrigada a vibração dos amigos que pulsa o coração e alisa macio a alma.

Izaias Junior | agosto 25, 2010 às 12h16
Poxa Virgínia!!! Eu que te agradeço pela ACONTECENÇA desse trabalho na Bacia do Jacuípe. Excelente idéia vinda de alguém com gigantesca sensibilidade!!! Valeu linda!!!!!!!
Rogeria Maciel | agosto 21, 2010 às 15h09
Virgínia, seu trabalho é maravilhoso!!! Dá sentido e verdade à Arte e às Relações Humanas e suas trocas positivas - nos apresentando uma parte da população brasileira tão linda e especial, num Sertão luminoso. Parabéns pela aventura e brilhante iniciativa.
voltar